Quem é Osmarino?

Osmarino Amâncio Rodrigues nasceu na floresta, lá pelo final da década de 1950. Como boa parte da população acreana, descende dos migrantes nordestinos que foram enviados pelo governo brasileiro à região amazônica, para trabalhar – de modo análogo à escravidão – na extração da borracha.

No início da década de 1970, quando Osmarino era ainda bastante jovem, a economia do estado do Acre e da região amazônica como um todo, passou por uma série de modificações. Os “sulistas” chegaram em grande quantidade e os antigos habitantes do seringais começaram a ser expulsos de suas terras.  A expulsão costumava ser comandada pelos fazendeiros, com apoio da polícia.

Em março de 1976, 18 famílias iniciaram um processo de resistência no Seringal Carmem, no município de Brasiléia. Foi o primeiro “empate”. Durou mais de dois meses, tendo contado, ao final, com a participação de 95 famílias. Depois disso, inúmeros “empates” ocorreram, com a utilização de táticas de resistência distintas.

Também nessa época surgiram no estado os sindicatos de trabalhadores rurais, como o de Brasiléia e o de Xapuri. Os principais líderes de ambos, Wilson Pinheiro e Chico Mendes, foram assassinados a mando dos fazendeiros.

Nessa época, Osmarino já era membro atuante do movimento. Acompanhou Wilson e Chico nos principais embates. Sobreviveu às tentativas de assassinato dos quais foi vítima.

Os fazendeiros derrubavam a floresta. Os seringueiros dependiam dela pra viver. Assim, sua luta era a luta pela terra. Para conquistá-la, lutaram pela criação da Reserva Extrativista Chico Mendes.

A Reserva hoje é realidade, mas pouco resta das lutas do passado. Osmarino não se sente representado pelo Conselho Nacional dos Seringueiros, que ajudou a criar. Seu discurso não agrada a quase ninguém – desde o governo do estado do Acre, ao Ministério do Meio Ambiente, Instituto Chico Mendes (ICMBIO) e ONGs que proliferam por estas bandas, etc. E por quê?

Porque Osmarino não quer que as árvores centenárias da Reserva sejam derrubadas pra virar móveis no sudeste do Brasil ou no exterior. Porque ele não cai no conto do manejo madeireiro sustentável, da certificação, da venda de serviços ambientais. Osmarino sabe, como sabia Chico Mendes, que sua luta é, acima de tudo, anti-capitalista. Que as falsas promessas do desenvolvimento sustentável servem apenas pra encher os bolsos dos consultores das ONGs e organismos que se dedicam à sua promoção.

Osmarino conhece a pobreza que o cerca. Quer escolas, quer postos de saúde, quer as árvores da floresta em pé, todas elas, não apenas as que não possuem valor econômico. E sua luta hoje desagrada tanto quanto aquela do passado. Tentam fazê-lo calar.  Não necessariamente com a ameaça da bala. Mas buscando sua aniquilação política, a morte de sua figura pública.

Neste blog acompanharemos o desenrolar dessa história.

Não deixe de verentrevista osmarino – maio 2012

Uma resposta em “Quem é Osmarino?

  1. Grande Osmarino, enquanto a grande mídia continua elevando aquelas figuras que surfam sobre o mito Chico Mendes, tentam invisibilizar aquelas pessoas mantém de pé, nas suas ações diárias, os ideais que ladeavam com o lutador Chico Mendes.
    Sim, nós temos Osmarino!
    Saudações Ecossocialistas, logo, Libertárias
    Axé
    BAguinha (Ronaldo Oliveira)
    Prado/BA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s